Peeling químico

Peeling Químico

Aplicação de substâncias químicas ácidas sobre a pele, com o objetivo de remover as camadas externas da pele e estimular a renovação celular.

O peeling químico é uma técnica usada para melhorar a aparência da pele. Uma solução química é aplicada na pele, provocando a sua separação, descamação e o surgimento de uma nova pele mais lisa e menos enrugada que a pele antiga. E ela ainda pode ser igualada na cor.

O peeling químico é usado para tratar rugas finas, especialmente debaixo dos olhos e em volta da boca. As rugas causadas pelo sol, idade e fatores hereditários podem ser reduzidas ou mesmo eliminadas por este procedimento. As depressões, saliências e rugas mais profundas não respondem ao peeling e podem necessitar de outros procedimentos cosméticos ou cirúrgicos. Um profissional vai ajudar a determinar o tipo de tratamento mais apropriado para cada caso.

Cicatrizes leves e certo tipos de acne também podem ser tratadas com o peeling químico. Além disso, a pigmentação da pele na forma de:

podem ser beneficiadas com o peeling químico. As áreas da pele que foram danificadas pelo sol e lesões escamantes também melhoram após este peeling. Filtros e bloqueadores solar devem ser usados para diminuir as chances do reaparecimento das lesões.

Face, pescoço, peito, mãos e pernas podem receber o peeling químico, que pode ser superficial ou médio, dependendo do estado da pele.

Fonte:

www.sbcd.org.br