Peeling de Diamante

Peeling Diamante

É um procedimento que possui o intuito de renovar células, devolver a elasticidade, clarear manchas e amenizar as rugas. Ajuda ainda no controle da oleosidade e na prevenção e no tratamento de acnes.

Muito menos agressivo que alguns peelings químicos, o peeling de diamante consiste em uma microdermoabrasão superficial na qual se utiliza a ponteira de um aparelho para promover a esfoliação. Esta pode ser mais ou menos intensa dependo da finalidade e do local tratado.

Para que os resultados sejam evidentes é preciso realizar um certo número de sessões. O tratamento é progressivo e pode ser feito em todos os tipos de pele, inclusive nas morenas e nas bronzeadas. Somente uma parte da epiderme é retirada com este peeling. Leve e rápido é um dos métodos preferidos entre as mulheres. É realizado em consultórios e clínicas e não produz efeitos colaterais.

Após o procedimento é possível levar o restante do dia como de costume e nenhuma dor é causada. A esfoliação estimula a produção do colágeno, proteína chave para a boa elasticidade e para manutenção do tônus da pele. De forma geral não existem contraindicações, podendo ser aplicado tanto em homens quanto em mulheres.

Indicação

É indicado no tratamento de estrias, podendo ser mais ou menos agressivo. Ajuda na regeneração da pele e na remoção de células mortas. Melhora a circulação local deixando a região mais nutrida. É também indicado para o tratamento de "bolinhas dos braços", ou queratose pilar

Pode auxiliar na luta contra a flacidez e linhas de expressão. O peeling de diamante estimula a produção de colágeno e afina a pele. É, portanto, um método bastante indicado para pessoas que buscam o rejuvenescimento e realizar correções na pele.

Fonte:

saudemedicina.com